RSS

"Eles não sabem nem sonham que o sonho comanda a vida e que sempre que o homem sonha o mundo pula e avança"

Lentilhas de caril

Lentilhas…

Ora cá está uma leguminosa que só comecei a comer aos 34 anos… E devo confessar que a primeira vez que as comi, ia vomitando!

Como o meu mais-que-tudo gosta muito de lentilhas, lá andei eu à procura de receitas para cozinhar lentilhas sem serem apenas cozidas.

Uma das receitas que me chamou à atenção foi esta, da Vaqueiro. Lentilhas de caril. Como eu adoro caril, achei que esta receita seria ideal para começar e não me enganei!

As lentilhas ficam com um sabor divinal e muitas vezes faço esta receita para acompanhamento. Em relação à receita original, faço algumas alterações, como podem ver mais à frente.



Ingredientes:

  • 250g de lentilhas
  • Aproximadamente de 1l de água (normalmente vejo a olho, utilizo perto do dobro do volume em água das lentilhas)
  • 1 colher de sobremesa de açafrão
  • 1 colher de sopa de caril
  • 1 malagueta fresca
  • 1 cebola pequena
  • Azeite q.b.


Preparação:

Num tacho, colocar as lentilhas, a água e o açafrão e cozinhar em lume médio até esgotar a água.



Picar a cebola pequena e a malagueta finamente. (Quando não tenho malagueta, utilizo piri-piri em pó, o que fiz nesta ocasião)

Numa frigideira colocar o azeite, a cebola, a malagueta picada e o caril. Refogar até a cebola ficar cozinhada. Nessa altura adicionar as lentilhas e envolver no preparado de caril. Esta parte demora segundos.


Aqui fica o resultado final! Uma delícia…


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Carne de porco alentejana

Carne de porco à alentejana...

Que prato maravilhoso da nossa gastronomia! Cá em casa adoramos, e é das comidas que mais faço na actifry. 

No entanto, esta receita que vos trago é feita da forma tradicional, ja que a actifry está à espera da pá misturadora nova :P

Aqui está a minha forma de preparar esta receita.




Ingredientes:


  • 0,5g de rojões
  • 1/2 frasco de massa de pimentão
  • ameijoa congelada
  • Azeite
Preparação:

12h antes de fazer a carne, temperar a carne com a massa de pimentão. Se for para o almoço, façam-no na noite anterior. Se for para o jantar, façam-no de manhã.




Colocar azeite num tacho e quando estiver quente adicionar a carne. Tapar o tacho e deixar cozinhar em lume médio. Ir mexendo a carne de vez em quando. 




Quando a carne estiver quase cozinhada, adicionar a ameijoa congelada e deixar cozinhar até a água das ameijoas evaporarem.


Aqui têm o prato final...



Nada mal, hein?

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Beringela recheada

Cá em casa estou sempre à procura de refeições rápidas, baratas e deliciosas. 

Desde que eu e o meu gaijo estamos a viver juntos, que a nossa vida é levantar de madrugada e chegar à noitinha... Logo, tempo para passar de volta dos tachos quando chegamos a casa, não há.

Também temos a particularidade de levar almoço todos os dias para o trabalho, já que os tempos que correm não há folga para almoçar fora todos os dias da semana.

Assim, apela-se à creatividade e à inspiração.

Lembro-me de há vários anos ter visto uma receita na Dica da Semana de beringelas recheadas com atum. 

A receita que vos trago é inspirada nessa, embora não me lembre da receita em si mesmo. 

E como vos disse no início, é uma receita rápida, barata e deliciosa.



Ingredientes:


  • 1 beringela média ou grande
  • 2 latas de atum
  • 1 lata de cogumelos
  • 1 cebola
  • Bacon aos pedaços (meto a olho)
  • Polpa de tomate (1/3 de um frasco pequeno)
  • Oregãos 
  • Azeite
  • Queijo ralado a gosto (eu utilizo mozzarella)
Preparação:

Cortar as beringelas ao meio. Cortar o interior da beringela sem chegar a cortar a casca.

Como podem ver nas fotos, eu costumo cortar ao redor e depois fazer uma quadrícula. Faço desta forma porque é mais fácil depois retirar a polpa à beringela.

Picar a polpa grosseiramente.

Numa frigideira, colocar a cebola picada e o bacon. Eu costumo utilizar o azeite das latas de atum para refogar a cebola. 



Quando a cebola estiver translúcida adicionar a beringela e deixar cozinhar. Juntar os cogumelos e o atum escorrido e envolver. 

Adicionar a polpa de tomate e os oregãos e deixar cozinhar durante 2 ou 3 minutos.



O meu gaijo não gosta de queijo, tem mesmo repulsa e asco. Eu também não sou apreciadora, apenas gosto de queijo derretido e não pode ser muito activo. Nesta receita gosto de meter na minha metade, com a condição das duas metades não se tocarem!!!  Para a outra não ficar contaminada :D

Na minha metade coloquei queijo, e depois recheei com a mistura anterior. 



Voltei a cobrir com queijo e levei as duas metades ao forno que estava pré-aquecido a 200ºC durante 20 min.

E aqui estão as beringelas nas caixas para o almoço do dia seguinte. 


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Rolo de carne recheado com farinheira

Adoro cozinhar com carne picada... Creio que já deu para notar...

Já vos mostrei as minhas receitas favoritas para hamburgueres e para almondegas. Hoje trago-vos uma receita para rolo de carne com farinheira. Muito simples e muito deliciosa.




Ingredientes:


  • 500g de carne picada
  • 1 chouriço corrente
  • 1 cebola
  • Salsa q.b
  • 1 chávena de pão ralado
  • 1 ovo
  • Sal e pimenta q.b
  • 1 farinheira
  • cebolas para assar
  • 0.5l  de Caldo de carne
  • Azeite q.b.
  • Vinho branco
Preparação:

Na bimby, colocar a cebola, o chouriço e a salsa e picar na vel. 5 durante 5/7 segundos.



Numa tigela, colocar a carne, a cebola, o chouriço e a salsa picada, o pão ralado e misturar.
Depois adicionar o ovo e envolver tudo.




Colocar o preparado em papel vegetal e achatar até ficar com cerca de 1 cm de espessura. No meio da carne, colocar a farinheira e enrolar a carne, tipo torta.




Meter no tabuleiro e adicionar as cebolas descadadas. 




Temperar com sal e pimenta, e regar com um bocado de azeite e vinho branco e com metade de caldo de carne.




Eu costumo utilizar caldo knorr que depois dissolvo em água quente. Pode ser do granulado ou em cubos.

Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC durante 45 minutos. Ir regando a carne para não ficar seca.




E aqui fica o aspecto por dentro



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Esparregado - Maneira Tradicional

Legumes cá em casa não podem faltar!

Especialmente, tendo em conta que eu e o meu companheiro levamos o nosso almoço para o trabalho. Logo, é necessário estar a variar nos acompanhamentos e formas de cozinhar os legumes, para não cansar o paladar.

Nós os dois adoramos esparregado, mas a receita da bimby com espinafres frescos e a receita que encontrei no site da vaqueiro, são um pouco demoradas para o tempo que tenho disponível para cozinhar durante a semana.

Deixo-vos aqui a minha versão rápida de esparregado que fica deliciosa!

Ingredientes:

  • 1 pacote de espinafres picados congelados
  • 3 a 4 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de farinha
  • 1dl de leite
  • Sal e pimenta q.b.
  • Sumo de limão


Preparação:

Picar os alhos e refogar ligeiramente num tacho com azeite.



Adicionar os espinafres congelados e saltear até os espinafres ficarem sem água. Eu costumo utilizar os espinafres picados do pingo doce. Já experimentei doutras marcas e o esparregado não fica tão bom.




Adicionar a farinha e misturar, e logo em seguida adicionar o leite.




Temperar com sal e pimenta a gosto, e remover do lume.



Adicionar sumo de limão a gosto.

Esta forma de preparar o esparregado é muito rápida, 10 minutos máximo!

Muito fácil e rápida para quando não se tem tempo!

Espero que gostem.

O que acham do nosso almoço?


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Melhor receita de pão alentejano

Cá em casa é tudo pãozeiro, e se é coisa que não pode faltar é pão!

A primeira vez que fiz pão caseiro para o meu mais-que-tudo foi incrível! Parecia uma criança de volta dos presentes no dia de Natal, mas neste caso, andava só a espreitar o forno e a deliciar-se com o cheiro a pão que estava na cozinha.

Ainda hoje, quando fazemos o nosso  pão, anda sempre a namorá-lo.

Esta receita é tão requisitada, que sempre que vamos para alguma festa de família, temos de levar 2 ou 3 pães em que cada pão é 2x esta receita! A acompanhar este pão, tem que ir sempre a manteiga de alho, mas isso fica para outra receita!



A receita encontrei-a aqui, e é uma delícia:

Ingredientes:

  • 280g + 35g  de água
  • 550g de farinha
  • Sal q.b
  • 6 g de fermento seco


Preparação:

No copo, colocar os ingredientes seguindo esta ordem, 280g de água, o sal, a farinha e o fermento de padeiro. Como só consigo arranjar fermento Vahiné, eu só utilizo 1/3 de uma colher de chá.




Programar 5 min na vel. espiga. Quando o primeiro minuto passar, adicionar as 35g de água reservadas.




Colocar num recipiente, tapar com um pano e deixar levedar 8h. Eu costumo fazer esta massa antes de ir para a cama, assim de manhã é só meter no forno.



O forno tem que estar pré-aquecido a 210ºC e com um recipiente com água.



Aconselho esta receita! Especialmente se forem doidos por pão!

Vai uma fatia?


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Os melhores peitos de frango

Como a grande maioria das pessoas que cozinham, eu gosto de ver os programas do Jamie Oliver. Gosto da forma como ele ensina às pessoas a cozinhar quando não têm tempo. O programa 15 minute meals que passou na 24h kitchen foi um dos meus favoritos.
Esta preferência deve-se ao facto de ele mostrar receitas com peitos de frango que são absolutamente deliciosos!

Ora, eu nunca apreciei peitos de frango. Sempre achei a carne muito seca… Com as receitas que ele mostrou, fiquei tentada em experimentar e confesso que fiquei fã.



Eu não segui nenhuma receita à risca, e vou variando as especiarias que utilizo, mas resolvi partilhar convosco como são fáceis de fazer e deliciosos que ficam.

Ingredientes:

  • 2 Peitos de frango
  • Especiarias a gosto
  • Sal q.b.
  • 1 colher de sopa de azeite

Preparação:

Normalmente, os peitos de frango que compramos são grandes e bem altos. Se quiserem podem utilizar bifes, mas gosto do método do Jamie Oliver para diminuir a altura dos bifes.

Colocar os peitos de frango numa folha de papel vegetal e temperar com sal. Adicionar as especiarias que se quer utilizar, de ambos os lados dos peitos.



Eu gosto de utilizar as especiarias da Margão, em particular as especiarias do mundo. São 5 tipos de especiarias, as da Itália, Oriente, India, México e Marrocos. Só não experimentei as da Itália, mas aconselho vivamente as outras 4. Também costumo utilizar as especiarias para frango. Aqui estão algumas fotos das especiarias que utilizo.



Dobrar o papel vegetal sobre os peitos de frango, e com o rolo da massa, bater nos peitos de frango até ficarem bem achatados. Considero este passo um bom aliviador de stress e frustrações :D



Aquecer uma frigideira quente, e só quando estiver bem quente, adicionar o azeite e os peitos de frango. Cozinhar durante 6 minutos de cada lado.




Colocar numa tábua de corte e cortar em fatias.

E aqui está o resultado final, pronto para o nosso almoço do dia seguinte.



Digam lá se não faz ficar com água na boca!

PS - Vejam como ficou a tábua, após cortar os peitos... Nada de peitos secos para ninguém...


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS